NA SUA PÁGINA DA INTERNET, www.estudosbiblicosnolar.net no estudo "pode um cristão copiar cd de louvor, eu concordei com quase tudo, não concordei quando você afirma não ser louvor o que é gravado para vender, não seria isto uma maneira de pregar também o evangelho? será que posso receber maiores esclarecimentos sobre esse assunto e sobre ÍDOLATRIA?

 

                                                                                O IMPÉRIO DA IDOLATRIA

 

Durante sua segunda viagem missionária, era desejo de Paulo  pregar na Ásia, contudo, foi  impedido pelo Espírito Santo, foi guiado para leste e chegou a Trôade, At. 16:6. Nesta teve Ele uma  visão, e, pelo Espírito Santo, foi enviado  para a Macedônia. Começava ali, a expansão do evangelho no velho continente, demonstração clara  que Deus estava abrindo as portas da Europa para a pregação da palavra de Dele. Fato este  confirmado em At. 18:1-2,  em Corinto, Paulo encontrou Áquila e Priscila, recém-chegados da Itália, seus predecessores neste  mister. Agora, na terceira viagem missionária, ainda na Ásia Menor, na cidade de Éfeso, encontra uma grande oportunidade para pregação do Evangelho. Éfeso era uma cidade que abraçava a idolatria e o ocultismo(ciência dos fenômenos não axplicáveis palas leis naturais - esoterismo)At. 19:19, sua economia dependia do forte comércio,porque era rota obrigatório entre o Oriente e o Ocidente, e disto muito se favorecia seus comerciantes. Nela estava erigida uma das sete maravilhas do mundo antigo, o templo da deusa Ártemis( no texto original do Novo Testamento os deuses citados pertencem ao panteão grego, nas nossas traduções utilizamos deuses do panteão latino ou romano equivalente ao grego. Por esta razão, as traduções para o português utilizam o termo Diana(latino) ao invés de Ártemis(grego). O mesmo critério observa-se em relação aos deuses: onde Júpiter(romano) é Zeus(grego); e Mercúrio(romano) é Hermes (grego)At.14:12. Este magnífico templo à idolatria, era o orgulho da cidade, através do qual, muitos se enriqueciam, vendendo suas imagens, fazendo dessa atividade uma fonte de renda e trabalho At. 19:25. É interessante notar como a idolatria tem sempre origem irreal e obscura. No caso dos efésios,  acreditavam que a imagem da deusa Diana havia caído do céu At. 19:35. Isto era o suficiente para convencer a multidão que, naquela pedra havia um poder sobrenatural. Infelizmente, em nossa pátria brasileira, a situação não é diferente hoje.

                1) Algumas peculiaridades  no trabalho missionário de Paulo em Éfeso:

1º - O momento de iniciar o trabalho foi determinado  por Deus At. 16:6;

2º - O trabalho em tempo de permanência em Éfeso foi maior do que em qualquer outra cidade At. 19:8-10;

3º - Milagres extraordinários foram realizados, o que nem sempre acontecia At. 19:11;

4º - Implantou-se uma escola bíblica At. 19:9-10;

5º - O evangelho repercutiu por toda região a ponto de abalar o legado de séculos da idolatria At. 19:26;

6º - Contra tudo o que se podia esperar, Paulo teve apoio da elite romana representante do Império na cidade. At. 19:31-35. Em Éfeso, apesar da extraordinária intervenção de Deus no ministério de Paulo, sua missão não foi fácil. Isto torna-se evidente nas seguintes passagens: Rm. 16:4; ICO. 15:32 e II Co. 1:8, ocasiões em que se não fosse a providência de Deus, ele teria  perecido nas mãos de seus perseguidores. Em diversas oportunidades sua vida esteve em risco, a ponto de, em algumas vezes, mostrar-se conformado com a morte.  Porém, sua esperança logo se fortalecia , pois sabia e conhecia o Deus em quem cria e servia. É importante notar que, em nenhuma outra cidade se deu tanta ênfase ao ensino da palavra de Deus, quanto em Éfeso. Não podemos combater a idolatria, criando idolatria disfarçada na igreja; não podemos combater o ocultismo, criando rituais semelhantes na igreja, mas sim, com a espada do Espírito que é a palavra de Deus Ef. 6:17. Este texto deixa claro o ensinamento de que, não podemos combater a idolatria e o ocultismo sem o ensino sistemático da palavra de Deus, como disse o Senhor Jesus: 'Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" Jo. 8:32. Ou, como afirmou Paulo: " A fé vem pela pregação, e a pregação pela palavra de Cristo" Rm. 10:17.

Quanto maior a luta, maior é a vitória. Em Éfeso, onde Paulo experimentou tribulações acima das suas força, foi exatamente, onde o Evangelho obteve  êxito sem outro semelhante. O  Evangelho ali teve tamanha repercussão que, num raio de 160 km. de Éfeso, diversas igrejas foram fundada(leia-se, concentração de irmãos). No livro de apocalipse, nos capítulos 2 e 3 são mencionadas seis igrejas situadas nas imediações da cidade de Éfeso. Contudo, apesar do progresso da igreja, é necessario que se esteja sempre alerta, mesmo que a palavra de Deus tenha sido bem aceita, o ensino tem que ser constante. Carece sempre de continuidade, tendo em vista que, a operação do erro está sempre presente e ronda sem parar, querendo, por todos os meios, entrar na igreja, mesmo na ápoca de Paulo, durante anos esteve em Éfeso, ensinando minuciosamente a palavra de Deus, o falso ensino precisava ser combatido. A respeito disto, Paulo roga a Timóteo que permaneça em Éfeso, a fim de admoestar certas pessoas, para que não ensinassem outra doutrina I Tm. 1:3. Mesmo uma igreja nascida sobre sólidos fundamentos bíblicos, que tenha, recebido, desde o inicio, uma medida acentuada de ensinos doutrinários, através de estudos bíblicos, pode vir a abandonar o primeiro amor e não mais se lembrar de onde caiu.

As igrejas assim caracterizadas, que não se arrependem e não voltam à pratica das primeiras obras, podem vir a deixar de existir com autoridade e poder de Deus, ou seja, sem testemunho.

Veja o exemplo de Éfeso,  Que Deus nos guarde de tal fim!, temos um caminho a seguir para não permitir qua tal aconteça a nós outros, Ap. 2:1-7.

CONCLUSÃO: - Os efésios por ignorância espiritual, adoravam e serviam a "Grande Diana(Ártemis) que era uma estrutura de pedra, inanimada, capaz, de sentir, de ver, de ouvir e de falar. Muitos efésios, porém, ao ouvirem a pregação de Paulo, creram e aceitaram o Senhor Jesus como salvador e formaram, a igreja de Éfeso. Hoje, infelizmente, ainda há muitas pessoas que praticam o idolatria que é uma conduta abominada por Deus e pode estar relacionada não só à imagem, mas a pessoas e coisas, posição ou lugar, quantas denominação pregam as tais correntes, o lenço bento o pedaço de pão ungido e etc. O Deus único e verdadeiro é o que fez os céus e a terra e tudo o que neles se contém. Ele é eterno, Onipotente, Onisciente e Onipresente. Fora dEle, não há outro. Ele ama a todos e quer ser por todos amado e adorado, porém em espírito e em verdade, sem materialização. É Ele que diz: "Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o , enquanto está perto" Is. 55:6. Foi Ele que enviou seu filho Unigênito ao mundo, o Senhor Jesus, para que todo aquele que nEle crer não pereça, mas tanha a vida eterna.  Abandone hoje todos seus ídolos e corra para os braços de Jesus que é o único mediador entre Deus e os homens I Tm. 2:5. Só Jesus! Em nenhum outro há salvação porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens pelo qual devemos ser salvos" Rm. 4:12 -     Prove desta salvação! Creia hoje em Jesus.    

Por Olavo

estudosbiblicosnolar@estudosbiblicosnolar.net